Quais são e como reduzir os efeitos da menopausa?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram

A menopausa é o período da vida da mulher em que ela deixa de ser fértil. Durante essa fase, é comum o surgimento de vários sintomas, como diminuição da libido, mudanças de humor, dificuldade para dormir e até mesmo sensações de calor ao longo do dia ou semana.

Normalmente, ela ocorre quando a mulher atinge cerca de 45 anos de idade, que é quando os ovários começam a produzir menos estrogênio e progesterona — dois hormônios responsáveis pela regulação da menstruação dentre outras funções fisiológicas importantes.

Vale ressaltar que é durante a menopausa que a menstruação passa a se tornar irregular. Posteriormente, esse ciclo é interrompido e se torna ausento por completo.

Abaixo, falaremos mais sobre o assunto de forma clara e objetiva. Gostou da ideia? Continue sua leitura!

Alguns dos principais efeitos da menopausa

A menopausa é marcada por inúmeros sintomas distintos. O primeiro e mais marcante deles, como mencionamos acima, é o início da irregularidade do ciclo menstrual, que normalmente vem seguido da diminuição da libido.

Depois desses dois sintomas extremamente comuns, surgem vários outros que são menos específicos: fadiga, irritabilidade, depressão, dificuldade para dormir e as mudanças de humor (frequentes) estão entre eles.

A causa para tantos sinais é a grande variação hormonal no organismo, que também passa por alterações fisiológicas — esse quadro acentuado por grandes mudanças está correlacionado com o bem-estar psicológico, por isso, vale atenção.

Ondas de calor, mudanças na pele e no peso corporal

Por fim, surgem as ondas de calor — popularmente conhecidas como fogachos —, elas apresentam frequência variável e podem perdurar por alguns anos (cerca de 4, dois antes das últimas menstruações e mais dois após a última).

Lembrando que ganho de peso, aumento da retenção hídrica (inchaço) e alterações na pele também podem estar presentes nessa fase.

Para ter certeza de que se está passando por uma menopausa, é imprescindível acompanhamento do ginecologista e/ou endocrinologista. Em casos específicos, pode ser orientada a reposição hormonal para diminuição dos sintomas e manutenção da saúde após esse período.

Como reduzir os efeitos da menopausa de forma prática

Praticamente todas as melhores formas de reduzir os efeitos da menopausa são práticas e completamente naturais. A alimentação segue como uma alternativa importante e eficaz, saiba mais sobre as principais diretrizes abaixo.

Aumente a ingestão de cálcio

Uma dos primeiros focos de atenção deve ser a alimentação, que deve conter algumas escolhas importantes. A primeira delas é a maior ingestão de cálcio, uma vez que a falta de estrogênio costuma reduzir a absorção desse importante mineral — inclusive, é durante essa fase que as mulheres costumam desenvolver osteoporose, por isso, aumente a ingestão do leites e seus derivados.

Aumente o consumo de soja

Outra boa opção é incluir a soja. Esse alimento contém isoflavona, uma substância semelhante ao estrogênio que pode aliviar vários sintomas, como as ondas de calor e as alterações na pele. Inclusive, se os fogachos forem frequentes, também recomenda-se maior ingestão de Vitamina E (com nozes, castanhas e óleos vegetais, por exemplo), uma vez que ela também é capaz de aliviar esse sintoma.

Coma mais chocolate amargo

Também é interessante comer bastante chocolate amargo (com pelo menos 70% de cacau). Esse doce popular e amado pela maioria das mulheres ajuda a garantir melhor bem-estar e menores reduções do humor, entretanto, é importante moderação para evitar o ganho de peso.

Abuse do ômega 3 e carnes brancas

Por fim, invista em proteínas brancas e em gorduras saudáveis, ricas em ômega 3, principalmente para manter a saúde cardiovascular e do sistema nervoso. Vale ressaltar que esses alimentos normalmente são ricos em Vitamina D, que auxilia na absorção do cálcio e também ajuda a garantir o bem-estar.

Boas opções de ômega 3 é o salmão, atum, sementes de chia e de linhaça. Uma boa opção de suplementação é o famoso óleo de peixe, amplamente utilizado. Também não deixe de se exercitar regularmente ao longo da semana para colher os melhores resultados.

Se você busca por um produto especializado para mulheres, nosso suplemento Bom Ciclo pode ajudá-la a manter sua saúde e principalmente seu bem-estar durante a menopausa.

Dr Rayane Pimentel

Dr Rayane Pimentel

Nutricionista
Nutri Advisor - Central Nutrition
@rayannepimentel.nutricionista

Você também pode gostar