Quais as principais fontes de proteínas para vegetarianos?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram

Algumas das principais dúvidas sobre o vegetarianismo são quais as principais fontes de proteínas para vegetarianos e como eles conseguem ingerir a quantidade necessária sem o consumo de carnes?

O que as pessoas não sabem é que existem outras maneiras de consumir o macronutriente. Portanto, continue acompanhando este post e conheça as principais fontes de proteínas para os vegetarianos e os veganos.

As principais fontes de proteínas

As carnes e outros produtos de origem animal não são as únicas fontes de proteínas. É possível encontrá-las também em fontes vegetais. Veja algumas, a seguir.

Leguminosas

As leguminosas em geral, como a ervilha, feijão, edamame e lentilha são excelentes fontes de proteínas. Uma xícara de ervilhas, por exemplo, tem 8,6 gramas de proteína, contra 6,8 gramas em um copo de leite. Pela sua diversidade, elas são fáceis de serem encontradas e podem ser preparadas de formas variadas, desde grelhadas até sopas e caldos.

Quinoa

A quinoa é um grão versátil que, diferente de outros grãos integrais, é rica em proteínas. Uma xícara de quinoa tem 8,1 gramas de proteínas. Ela pode ser consumida como salada, nas sopas ou misturada com outros alimentos, como arroz e frutas.

Grão-de-bico

O grão-de-bico é uma leguminosa muito versátil e que merece um tópico específico. Ele pode ser consumido de formas variadas, cozido, torrado, em forma de pasta e até mesmo como farinha. A farinha de grão-de-bico pode ser usada no lugar da farinha de trigo na preparação de bolos e pães.

Uma xícara de grão-de-bico contém 14,9 gramas de proteínas, além de ser rica em fibras e ter poucas calorias.

Soja

A soja é a mais conhecida dos substitutos da proteína animal. Ela pode ser consumida de inúmeras formas, como cozida e assada. Outros alimentos feitos com ela, como o leite, tofu e tempeh, também podem ser usados como fontes de proteínas. A quantidade de proteínas desse alimento varia de acordo com a forma de preparo e de consumo. É preciso ter cuidado com as quantidades, para não abusar dela.

Entenda a importância da suplementação

Como você pode ver, as carnes e outros alimentos de origem animal não fazem falta em uma dieta vegetariana ou vegana, pelo ponto de vista do aporte de proteínas. As opções vegetais são inúmeras e ainda trazem outros benefícios para a saúde, como as fibras, vitaminas e minerais. Mas se sua vida é corrida e você não consegue ter na alimentação sua dose ideal, não se preocupe. Além de suplementos de proteínas veganas, você tem a opção de suplementos inovadores como o AMINNU.

Ingerimos proteínas porque elas são fontes de aminoácidos. É deles que nosso corpo precisa para construir nossas proteínas. Por isso a Central Nutrition decidiu lançar um suplemento contendo todos os aminoácidos que precisamos, já na sua forma livre e na proporção ideal que nosso corpo precisa. Estes aminoácidos ainda são de origem vegetal, portanto, podem ser usadas por vegetarianos e veganos.

Um dos benefícios de optar pela suplementação é a garantia de ingerir a quantidade necessária de aminoácidos que precisamos e garantir que eles serão absorvidos pelo nosso corpo. Além disso, há a praticidade e a facilidade de usar um suplemento que pode ser tomado em qualquer lugar e a qualquer hora.

Agora você já conhece as principais fontes de proteínas para vegetarianos. Se optar por esse estilo de vida ou conhece alguém que o segue, não precisa se preocupar em relação à saúde e consumo de proteínas. O importante é sempre variar nas escolhas e, assim, aproveitar todos os benefícios que cada um dos alimentos pode trazer, além das proteínas.

Se você gostou deste conteúdo e quer saber mais sobre o assunto, não deixe de ler o artigo sobre catabolismo em veganos. Boa leitura!

Você também pode gostar