Saiba como cuidar da sua saúde digestiva

Saiba como cuidar da sua saúde digestiva

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram

Segundo a Organização Mundial de Gastroenterologia, 20% da população global sofre algum tipo de problema intestinal e 90% das pessoas não procuram orientação médica e/ou nutricional sendo utilizado muito a automedicação ou não fazem nada para resolver o problema.

O Dia Mundial da Saúde Digestiva, é 29 de maio, esta data foi criada pela Organização Mundial de Gastroenterologia e tem como principal objetivo alertar a população e profissionais de saúde sobre como realizar o diagnóstico precoce das doenças do aparelho digestivo, tendo como principal objetivo a prevenção.

A microbiota intestinal contém dezenas de trilhões de microrganismos e mais de mil espécies de bactérias com diversas funções no organismo. Esses microrganismos e bactérias têm um papel importante no desempenho na saúde e na doença.

As principais funções da microbiota intestinal são:

  • antibacteriana: impedindo a colonização por bactérias não desejáveis;
  • imunoestimulante: maturação do sistema imune;
  • metabólica: tem ação na degradação de resíduos que chegam ao cólon (parte central do intestino grosso).

O sistema digestório é constituído pelo trato digestório e os órgãos anexos. O primeiro é um tubo oco que se estende da cavidade bucal ou ânus, sendo incluído: boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso, reto e ânus. Já os órgãos anexos são os dentes, língua, as glândulas salivares, fígado, vesícula biliar e pâncreas.

Os principais sintomas de pessoas que sofrem de doença do aparelho digestivo são náuseas, empachamento, azia, retorno do alimento, diarreia e/ou constipação e dor abdominal, além de tosse seca, dor no peito, sinusite, dor de cabeça, lesões na pele, dentre  outros.

Alimentação inadequada, sedentarismo, tabagismo, estresse e um estilo de vida inadequado podem contribuir para o aparecimento da doença, por isso ter uma vida mais saudável, uma alimentação rica em verduras, fibras, carboidratos selvagens, proteínas e gorduras de boa qualidade, além do diagnóstico precoce que é a melhor forma de curar e evitar complicações de qualquer doença.

Lembre-se, caso você tenha algum sintoma gastrointestinal é de extrema importância procurar uma ajuda profissional da saúde e fazer o tratamento correto, seja através da alimentação, suplementação ou medicamentos. 

Dr Rayane Pimentel

Dr Rayane Pimentel

Nutricionista
Nutri Advisor - Central Nutrition
@rayannepimentel.nutricionista

Você também pode gostar